Skip to main content








walk-2635038_1920

3 passos para virar o jogo e dar a volta por cima!

Por Leila Navarro

Manter-se aberto às mudanças é a forma mais inteligente e saudável para enxergar oportunidades, criar possibilidades e realizar conquistas em tempos de incertezas. Não seja reativo, seja criativo! Abrace a diversidade.

A vida é um mar de oportunidades, um oceano de possibilidades e um universo de incertezas! Esta é a afirmação que dá início ao meu 16º livro, o Virar o jogo – como agir no mundo das incertezas. Ele vem carregado de insights poderosos voltados para homens e mulheres que querem alcançar níveis mais altos de realização, e para curiosos que desejam saber qual a condição necessária para conquistar o seu sucesso.

O grande desafio da era moderna, sobretudo neste momento que estamos vivendo, é cada um de nós entender qual é a sua própria realidade, aonde pretende chegar e ter claro que existem diversos caminhos a serem percorridos e, nem sempre, o alvo desejado será atingido. Porém, a caminhada pode ser um valioso aprendizado e o resultado muito melhor do que se espera. A questão é: diante do inesperado, da incerteza, da mudança, do que foge ao controle, como se posicionar? Como decidir? Qual caminho seguir? Ter atitude?

Outro dia eu escutava uma canção espanhola. Já sei o ritmo de cor, mas, desta vez uma frase chamou a minha atenção: “cego não olha para trás”. Até então eu nunca havia refletido sobre isso, mas tive um insight poderoso. Se um portador de deficiência visual, apesar da sua condição, segue sempre em frente, rumo ao seu destino, e atinge seus objetivos, por que o ser humano em geral insiste em olhar para trás? Isso nos ensina que enxergar nem sempre significa ter visão para a vida, para os negócios ou para a carreira. Para desenvolver a visão que nos faz superar os desafios, virar o jogo diante das barreiras e dar a volta por cima, é necessário entender três passos.

Passo 1 – Entenda que a vida é um mar de oportunidades.

As incertezas são celeiros de oportunidades e para aproveitá-las é necessário exercitar as próprias competências e ser resiliente. Mantenha-se atento! Chega de ficar esperando o que podem oferecer para você. Cave suas próprias oportunidades.

Passo 2 – Mergulhe no oceano de possibilidades.

Estabilidade é diferente de comodismo. Mais do que em qualquer outro tempo, você deve se manter conectado às exigências do mercado profissional, da sua carreira, da sociedade, dos seus relacionamentos e sobretudo dos avanços tecnológicos. É possível se reinventar sempre, basta você querer! Na vida tem muito mais feijão bom do que ruim. Pare de minar sua energia fixando a mente no lado negativo, feijão ruim nem galinha come. Sacou?

Passo 3 – Desenvolva potenciais para agir diante das incertezas.

A vida é cheia de detalhes, sobressaltos, interferências e agora um caso de contingência. Nem de longe pode ser comparada à uma linha reta, com começo, meio e fim. Enfrentamos altos e baixos, acertos e aprendizados, alegrias e dores, crises, isolamento social e agora lidando com novos protocolos. A vida se mostrou incerta, e talvez só agora, com o advento da pandemia, enxergamos isso de fato. Estávamos tão na frente, que a terra precisou parar para que alma pudesse se juntar ao corpo. Faltam menos de 70 dias para acabar o ano, mas desta vez não iremos celebrar a virada do ano, mas sim a virada do jogo! Se chegamos até aqui é porque ainda estamos no jogo da vida! Juntos somos mais fortes! Conte comigo.

Comente também via Facebook!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Spam protection by WP Captcha-Free