Skip to main content








butterfly-effect-2808334_960_720

Antes agitadora de ideias, agora influenciadora digital

Por Leila Navarro

A inovação muda a nomenclatura das coisas. Mais de 4 bilhões de pessoas usam a internet ao redor do mundo. As redes sociais são utilizadas por cerca de 3,2 bilhões de pessoas.  A cada 11 segundos um novo usuário entra em alguma rede social e isso quer dizer que este mesmo conteúdo pode ser consumido por você e outras centenas de pessoas ao redor do mundo ao mesmo tempo

No decorrer dos quase 20 anos da minha carreira como palestrante motivacional, tenho recebido muitos depoimentos de pessoas que durante uma palestra minha tiveram insights poderosos, colocaram em prática e transformaram suas vidas. Interessante é que realizo o meu trabalho com o real propósito de provocar as pessoas, mas nem sempre tenho consciência da dimensão e proporção que isso significa, mas é fato que cada apresentação tem um alto poder de influência sobre as pessoas. Como tenho a missão de despertar o melhor de cada indivíduo, não me limito aos palcos.  Hoje, além do meu mais recente livro Virar o Jogo, lançado em maio de 2018, eu também apresento o programa de rádio com o mesmo nome e utilizo as redes sociais para pulverizar as ideias. Atenta às evoluções do mundo, abracei o desafio de ser também influenciadora digital.

Nas palestras eu entrego conteúdos de acordo com o perfil do público, que é restrito de acordo com os interesses de quem me contrata. No livro eu apresento diversas experiências pessoais de viradas de jogo, além das minhas pesquisas, percepções e desafios em viagens pelo mundo. Já no programa eu mesclo as edições entrevistando pessoas que viraram o jogo e transformaram o seu modo de viver. Em todas as esferas, tenho o privilégio de conhecer interessantes reviravoltas! Recentemente no programa, tive a felicidade de conversar com uma executiva com carreira em ascensão na área de comunicação que, após assistir uma palestra minha, decidiu largar tudo, colocar uma mochila e dar a volta ao mundo.

Como meu trabalho eu entrego insights para o público. A partir do que ele decide agregar e tomar uma atitude é que surge o resultado. Prezo por conteúdos que ampliem a visão das pessoas para questões que tem feito diferença na vida de um incontável número de pessoas. Sempre funcionei como uma “agitadora de ideias” que lança mensagens bem estruturadas para literalmente “apertar o calo” e fazer com que as pessoas saíam da zona de conforto e abracem novas oportunidades. É que na Era Digital se colocar como agitadora, não é adequado, então, como tenho evoluído, e sou chique, me apresento também como “influenciadora digital”.

Somos influenciadores por natureza. E temos o poder de influenciar para o bem ou para o mal. Aquilo que falamos e fazemos sempre é visto por alguém e, com o advento da internet e das redes sociais, isso tem sido ampliado numa escala extraordinária. A forma de consumo da informação tem se ampliado e transformado também o nível de influência. Na minha área de atuação como palestrante profissional, estar presente nos palcos é importante e mágico, mas não imprescindível para influenciar pessoas. O mundo virtual chegou para expandir ideias, relacionamentos, mercados e os profissionais que ficarem à margem dessa nova forma de se comunicar, pode perder terreno… e até o negócio. 

Pense nisto: todos somos influenciadores (digitais). A partir do momento que a sua experiência/história de vida/insights influencia uma pessoa (ou milhares) (digitalmente ou presencialmente), seu papel como influenciador está traçado. Use-o para o bem, certamente você será uma pessoa mais feliz e satisfeita consigo mesma.

Conectada às Redes

 

Comente também via Facebook!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Spam protection by WP Captcha-Free