Skip to main content








medo

Você tem medo do que?

O que gera uma angústia e gela o seu estômago? O medo é algo que o impulsiona ou paralisa a sua vida?
Recentemente, entre uma decolagem e outra nas diversas cidades do Brasil, eu tive a ideia de promover uma enquete no meu Facebook para saber quais são os principais medos que afligem as pessoas. O resultado foi bem interessante e quero compartilhar essa questão com você. Entre os medos citados, me chamaram atenção:

1. Não concretizar os sonhos
2. Não encontrar uma direção na vida
3. Não encontrar a real vocação
4. Não encontrar a felicidade
5. Não ter vivido plenamente

Esse assunto rendeu! Quando vi o resultado tive um insight muito especial e diferente do que eu mesma já havia pensado sobre essa questão. Acompanhe o meu raciocínio. O medo é o outro extremo do desejo.
Quando uma pessoa tem medo de não encontrar a felicidade é porque o seu desejo é ser feliz. Quando alguém tem medo de perder um relacionamento é porque ama tanto a pessoa que não quer perdê-la. Quando se tem medo de ficar desempregado é porque o trabalho é algo importante e necessário.

Tem muita gente por aí paralisada por causa do medo, mas é importante pensarmos no outro lado para gerar um novo entendimento sobre esse sentimento. O medo nada mais é que um mecanismo de autopreservação. E uma das coisas que ele faz é nos colocar em estado de alerta. Então, quando ele surge devemos entendê-lo como um aviso. O medo aponta quais os reais desejos de uma pessoa.

Numa ocasião um conhecido revelou que seu maior medo era ficar desempregado e ele já estava nessa condição há seis meses. Tinha consciência de que a empresa onde trabalhava havia dado sinais de mudanças, mas ele não quis arriscar. Teve medo e isso o impediu de buscar novas possibilidades ou desempenhar outra função. O tempo passou, as mudanças aconteceram e ele foi desligado. Desde que soube o que poderia acontecer ele não saiu do lugar! O medo do novo o paralisou e o impediu de se capacitar, de investir na adequação do seu currículo. Além disso, o fez acreditar que era bom o suficiente para encontrar uma oportunidade semelhante.

Eu sei que ninguém gosta de sentir aquele aperto no estômago, aquele calafrio que o medo dá. Mas se sentir medo é inevitável, então é melhor que ele seja um aliado e transformá-lo em impulsionador para sair da acomodação. Assim, se você quer transformar o seu medo em energia positiva, siga os passos seguintes:

1. Identifique o seu medo. Pergunte para você mesmo: “Eu tenho medo de quê?”
2. Procure entender qual é a origem desse medo?
3. O que você pode fazer para superá-lo?

Quando reconhecemos nossos medos, temos melhores condições de enfrentá-lo. Sendo assim, o autoconhecimento é um fator importantíssimo para vencer essa barreira. O que não pode é ficar com medo do medo e tentar evitá-lo, porque com isso você perde uma grande oportunidade de se superar.

Agora deixo aqui uma dica ainda mais importante. Para você vencer o medo é necessário se conhecer melhor, então deixo aqui uma sugestão de um dos meus livros. O “Autocoaching de Carreira & de vida” que você pode encontrar na minha livraria. Clique aqui.

Aproveite e deixe a sua pergunta ou comentário abaixo.

Um abraço,

Leila Navarro.

Comente também via Facebook!

Comentários

4 comentários em “Você tem medo do que?

  1. Adoro as matérias da Leila!! Me vejo e tudo que ela escreve. Tenho dois de seus livros. Sou fã de carteirinha. Apesar de morar no interior do RS, me sinto previlegiada em ter acesso às publicaçes da Leila.

  2. Leila AMEI super uma unica palestra que participei tu ja me conquistou!!!! Amo d+ seu humor.
    o que mais procure na minha vida realmente e meu auto conhecimento estou lutando a anos e ainda nao encontrei!
    Mensagens que tu posta palestras via net estou acompanhando ADORO! e tenho ate recados no meu espelho de motivacao!
    Gostaria de saber se vc tem audio livro de auto conhecimento “Autocoaching de Carreira & de vida”?
    obrigada LEILA!! que seu sucesso continue crescendo cada vez mais !

    Grande beijo
    Milly Dantas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Spam protection by WP Captcha-Free