Skip to main content








images

Você celebra as suas conquistas?

Gente, eu estava por aqui pensando quantas coisas boas acontecem na vida do ser humano. Se cada um de nós vasculharmos as próprias memórias, achará mais coisas boas e agradáveis para lembrar que situações ruins. A grande questão é que geralmente focamos a nossa atenção com mais intensidade nas situações difíceis. Já pensou nisso?

Na correria louca que a maioria de nós vive, não encontramos tempo para celebrar as conquistas. A cada ano que passa parece que os dias estão cada vez mais curtos… E, especialistas garantem que teremos a impressão que 2014 vai passar como em um trimestre! Então tudo vai parecer de forma cada vez mais acelerada! Essa é uma questão que nos dá motivo para pararmos, respirarmos fundo e refletirmos. Eu me deparo com tantas pessoas depressivas, tristes, sem autoconfiança e sem esperança porque, mesmo inconscientemente, elas não valorizam ou não encontram tempo para celebrar as conquistas. Isso faz sentido?

Vou confessar algo que preciso constantemente prestar atenção. Este mês eu fiz a minha estreia como colunista no Programa Tribuna Independente, da Rede Vida. Fiquei muito feliz com o convite, afinal, eu almejava voltar a atuar de alguma forma na tevê. Mas, hoje, já estou pensando em mil coisas novas, pendências, urgências, necessidades, compromissos… Ufa! Nesse ritmo eu quase me esqueço de celebrar uma conquista tão especial! Isso soa familiar para você?

Para celebrar eu tenho antes que reconhecer as minhas conquistas, os meus aprendizados e para isso eu tenho que, em primeiro lugar, me reconhecer como um ser único, um ser espiritual numa experiência material, com qualidades, experiências e sentimentos ímpares. Cada vez que eu reconheço uma conquista, um aprendizado e a realização de uma meta, eu passo a confiar mais em mim mesma e reforço a consciência de que cada um de nós existe para aprender e acertar!

Você já imaginou que o baixo nível de autoconfiança nas pessoas pode ser decorrente da falta de tempo ou de saber valorizar a importância de cada uma das suas conquistas?

Outra questão importante é que a celebração de uma conquista não depende do outro. Esse é um posicionamento íntimo, particular, individual e intransferível. É claro que o fato de ter alguém para festejar as vitórias é ótimo, mas se não tiver, celebre você com você mesmo. Consigo essa proeza quando o meu corpo está a serviço da minha alma!

Agora, muitos podem perguntar: se celebro sozinho, quem vai me elogiar? Ah! O elogio é importante sim, mas quando aprendemos o conceito da celebração não caímos na armadilha da dependência dos elogios, que é uma necessidade do ego. A alma não precisa da confirmação do outro, ela se regozija com a harmonia, com o fluir, com o sentido de vida em comunhão corpo e alma.

Celebre as suas conquistas! Celebre com alguém ou sozinho, mas não deixe de apreciar cada conquista, por menor que ela possa parecer! Cada grande ou pequena vitória faz parte da sua história, da sua vida, da sua essência! Consegue pensar nisso?

Vamos lá! Conte para mim pelo menos cinco motivos que você tem hoje para celebrar! A sua celebração pode fazer o outro resgatar motivos para ser muito mais feliz. Você tem noção disso?

Comente também via Facebook!

Comentários

2 comentários em “Você celebra as suas conquistas?

  1. Li e gostei muito “você celebra as suas conquistas?” e ai me dei conta de não faço isso. Refleti, então, por alguns minutos e percebi o quanto essa terapia trás uma paz espiritual para o corpo, para a mente, para a emoção, etc., vou fazer mais vezes pois foi uma experiência maravilhosa e que ainda não parado para pensar nisso.
    O dia de hoje foi magnifico e agradeço a Deus por isso.
    Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Spam protection by WP Captcha-Free