Skip to main content








Autocoach

Sou uma declarada adepta das perguntas, pois elas nos fazem pensar e contribuem para o nosso autodesenvolvimento. E ainda sou da seguinte opinião: temos que nos observar constantemente, questionar o que estamos sentido, o que queremos, o que não queremos, o que nos dá prazer, o que nos incomoda, o que podemos aprender com as situações da vida e por ai vai.
Se algo (o) a incomoda, pergunte-se “por que isso está acontecendo comigo?”. Se um sentimento desagradável aperta seu coração, questione-se o que (o) a faz sentir assim. Se está infeliz, pergunte-se o que lhe causa infelicidade.
Acredito que as perguntas são essenciais para o nosso equilíbrio nessa vida louca que levamos hoje em dia. Se deixarmos, a correria do cotidiano nos coloca no piloto automático e começamos a fazer coisas sem nem saber o porquê.
Daí a importância de nos questionarmos constantemente – questionar para onde vamos, o que queremos, o que estamos fazendo conosco. O objetivo de fazer perguntas não é propriamente obter respostas, mas sim voltar a atenção para nós mesmos.
Vejo tanta gente buscar um coach para ajudá-los a estabelecer seu equilíbrio ou conquistar os objetivos que desejam… E qual é a base do trabalho desse profissional? Perguntas!

Sendo assim, você pode considerar o habito de questionar-se como um autocoaching, que o (a) levará a refletir sobre os rumos que tem seguido até agora, o que está dando certo, o que não está, o que pode e deve ser mudado e o que deve ser mantido. Aqui vão algumas sugestões de perguntas para fazer em todos os momentos da vida, todos os dias até. Elas poderão trazer grandes insights para sua vida pessoal e profissional.

1. O que me deixa motivado?

2. Sinto-me confortável onde estou?

3. O que me deixa satisfeito(a) atualmente?

4. O que me incomoda?

5. O que aconteceu com meus sonhos?

6. Como tenho resolvido meus problemas?

7. Qual é o meu problema?

8. O que precisa acontecer para as coisas ficarem como eu quero?

9. O que essa situação difícil pode me ensinar?

10. O que estou fazendo para crescer?

11. O que estou deixando de fazer para crescer?

Você tem outras sugestões de perguntas?
Questione-se sempre e perceba a diferença que esse comportamento pode fazer na sua vida.

Comente também via Facebook!

Comentários

Um comentário em “Autocoach

  1. Oii Leila

    Também sou adepta aos questionamentos. Sempre, no dia a dia, procuro parar o minimo de tempo possivel para analisar a minha vida: como estou me saindo no trabalho? e na Faculdade? estou conseguindo melhorar com o tempo? o que planejo quando estiver formada e etc.. Muito importante essa questão de sempre perguntar, faz da gente pessoas com uma visão mais aguçada, critica e com a meta de sempre mudar pra melhor!!.

    Patricia M.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Spam protection by WP Captcha-Free