Skip to main content








O Homem do Futuro

Fui assistir “O Homem do Futuro”, um filme de Claudio Torres com Wagner Moura. É uma comédia romântica super agradável, criativa, inteligente, surpreendente! Sabe quando chega um momento do filme que você se pergunta: – E agora? Como o diretor vai fechar este caos? Esta trama sem saída que ele criou? Hehehe,… e fecha super bem.
É um bom filme, entretenimento saudável que vale a pena assistir porque faz o que se propõe com sentido e ética. Dá oportunidade de reflexão sobre algumas de nossas inquietações, como: quem somos? como somos? quem seríamos? como seríamos se não fosse como foi?
Adorei a mensagem final, pois sai com o “meme” da musica que o Wagner Moura gravou com sua banda, “Banda Sua Mãe”: – “O homem do futuro esta preso ao passado”.
Acho que existem momentos em nossas vidas nos quais colocamos muito foco e energia no passado. Isto é um grande desperdício porque, com o passado, o máximo que podemos fazer é resignificá-lo. Nós só podemos mudar mesmo o presente para garantir um futuro diferente.
Fico orgulhosa de ver o caminho que está tomando o cinema nacional, pois nesta mesma semana fui assistir a comédia romântica americana sem sentido, sem ética, sem valores, sem moral que é “Professora sem classe” com Cameron Diaz. E olha que eu sempre busco o lado positivo das coisas. Não consegui encontrar, talvez não tenha conseguido entender, pois se fosse um filme crítico como a “Beleza Americana”, okey, mas nem isso ele chega a ser. Não deu nem para rir porque fiquei indignada com o tipo de caricatura negativa que fizeram do professor sem objetivo construtivo nenhum. Uma pena!
E como me apetece também os trailers, hehehe. Esta mesma semana vi o trailer do “Contra o tempo” com Jake Gyllenhaal, um filme que assisti em maio na Espanha com o título original “Código Fonte” (o que faz mais jus ao filme) e pensei: quando estrear no Brasil vou indicá-lo .
Para quem assistiu e gostou do filme “A Origem”, que também indiquei neste BLOG, “Contra o tempo” é um filme neste estilo, que nos faz repensar o tempo, a memória, a existência, a relatividade, a “quanticidade”… bem, eu assisti duas vezes o filme porque gosto destas provocações fictícias.
Tem um momento no filme, em especial, que ficou registrada em minha memória. É uma paralização de cena genial, aonde o protagonista fala: “A vida não é uma foto”. A cena congela como uma foto e no segundo seguinte tudo muda, “explode”, esta é a mágica da vida – “A vida não é uma foto, é um filme, infinitas fotos sequenciadas”.
Vale a pena conferir.

Comente também via Facebook!

Comentários

2 comentários em “O Homem do Futuro

  1. Assisti o filme por 3 vezes, sendo a última onten com meu filho de 12 anos.

    Um dos melhores filmes que já assisti. Amo de peixão o cinema nacional.

    Também estou preso ao passado, resta saber até quando, e também, como farei para que o tempo ande para mim, pois já não tenho todo tempo do mundo, e tenho medo do escuro sim, mas não deixo as luzes acesas, que para mudar o futuro, temos que enfrenatr nossos medos e é por isso que também aposto uma milha na virada do Flamengo, se bem, que prefira o Interncional de Porto Alegre e aposto também na virada deste país apostando em políticos como Marcelo Freixo, o qual um dia, espero nele pode votar, já que voto em São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Spam protection by WP Captcha-Free