Skip to main content








Ruim com ele, pior sem ele!

Se quando lhe perguntam sobre o seu trabalho você responde: “Ruim com ele, pior sem ele”, você mostra que não está entendendo nada do que anda acontecendo com o mundo e está completamente mal-informado sobre o que representa ter, hoje em dia, um trabalho.

Sempre me perguntam qual a fórmula, o segredo dos vitoriosos, dos poderosos, das pessoas que “chegam lá”. Eu digo que não existe uma fórmula certa e infalível, mas que acredito que para alcançar isso é preciso que todo indivíduo sinta pelo menos três coisas em relação ao seu trabalho para que possamos dizer que esteja feliz e realizado. E, além disso, que esteja sempre disposto a buscar soluções, encarar novos desafios e vencê-los.

A primeira é ter química. É como namorar, você tem que sentir um bem-estar no local de trabalho, fazendo aquilo muito à vontade, com alegria e com energia. É gostar do que faz e fazer o que gosta. Você tem que sentir a mesma emoção que sentiu no seu primeiro dia de trabalho. Aliás, isso serve para tudo na sua vida. Se você não sente mais a mesma emoção do começo, é melhor repensar o seu momento e entender que mudanças serão necessárias para que você volte a se sentir bem e motivado. Pense… o que é que realmente te motiva? O que é que o faz acordar toda manhã para ir ao trabalho?

A segunda é crescer com a oportunidade que está em suas mãos. Crescer significa estar aprendendo e ensinando constantemente com a experiência que está vivendo. Isso é compartilhar conhecimento, é fazer parte do todo e fazer também o que te cabe, a sua parte. Você não pode fazer como aqueles que têm medo de amar porque sabem que isso é viver para o que der e vier. Ou ainda, como aqueles que têm medo de arriscar e esperam que alguém faça aquilo que é do seu dever.

Já a terceira é a sua missão. O sentido da sua vida tem que estar engajado com o momento e oportunidades que está vivendo. Para que isso aconteça o momento presente tem que ter uma ligação, uma conexão, ou o mesmo objetivo da sua missão. Assim sua tarefa se torna mais prazerosa e você consegue ficar por inteiro, concentrado no que está vivendo.

Garanto que depois disso, “o ruim com ele, pior sem ele”, se transformou em algo bom ou você simplesmente resolveu mudar, não trabalha mais no mesmo lugar e está buscando uma oportunidade nova de mostrar o seu talento, usá-lo e sentir muito prazer por isso. Afinal, você já descobriu que continuar trabalhando em algo, ou em um lugar que não te motiva, nem dá prazer, é uma violência contra você mesmo, sua criatividade e poder de inovação, e não deve durar por muito tempo.

Me conte, você está feliz com o seu trabalho? O que poderia mudar? Você consegue seguir os três pontos que abordei no artigo?
Aguardo o seu comentário!

Comente também via Facebook!

Comentários

5 comentários em “Ruim com ele, pior sem ele!

  1. Após muitos anos de dúvidas e incertezas decidi e executo o trabalho que eu gosto.
    Esse trabalho têm química. Me faz acordar cedo e feliz por realizá-lo.
    Agarro todas as oportunidades que estão ao meu alcance.
    E, como uma “profecia”, repetida várias vezes, por inúmeras pessoas, é a minha missão.
    Abraços.

  2. Ola Leilaa! 😉
    O trabalho que executo hoje em dia e de extrema importância para a minha carreira profissional e acadêmica, pois consigo colocar em prática muitas coisas que eu procuro aprender nas teorias tanto de livros quanto do dia a dia. Sempre estou em busca de coisas novas, de desafios com a finalidade de adquirir otimas oportunidades para mostrar o talento que sou capaz de oferecer para as organizações. Digamos que, no momento, estou satisfeita com a o meio ambiente de trabalho, com as pessoas que trabalham comigo, mas não muito com a função que eu executo… por isso nunca é tarde de procurar novas oportunidades e cair de cabeça!

    Beeeiijãoo

    Patricia Moreira – Natal/RN

  3. Estava pensando sobre isso ainda ontem. Meu trabalho é muito bom e me desafia constantemente. Sempre me imaginei fazendo outra coisa mas por falta de oportunidade nem pensava “ruim com ele, pior sem ele.” Deixei de me dedicar ao trabalho e às pessoas que trabalham comigo. Já estou mudando de atitude.

  4. Com certeza… neste momento estou em dia com as 3 super dicas da Leila. Feliz da vida com meu trabalho!
    E, realmente, precisamos ter química com nosso trabalho e mais ainda, aproveitar a oportunidade e crescer com o aprendizado que podemos adquirir com o trabalho que desempenhamos.

  5. Leilaaaaa… seu artigo caiu como uma luva pra mim. Não estava satisfeita com o meu trbalho. Na verdade precisava consolidar minha carreira. E não é que deu certo! Mudei de empresa.. como você falou.. se não tem tem mais química.. não adianta tentar… e foi o que eu fiz.. e estou muiiitooooo mais FELIZ!!!!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Spam protection by WP Captcha-Free