Skip to main content








Sustentabilidade Radical

Aprendizagem cognitiva ou comportamental?
Outro dia, ouvi em um curso que participei que foi feita uma pesquisa nos USA e constatou-se que 39% dos homens não lavavam as mãos após terem usado o banheiro público. Então, foi feita uma campanha cognitiva de marketing para conscientização da importância de se lavar as mãos após o uso dos banheiros e dos riscos que o próprio usuário tem e produz com essa atitude. Depois de um tempo, foi feita novamente a pesquisa e constatou-se o aumento para 44% o número de homens que lavavam as mãos depois de usar o banheiro público. Os pesquisadores continuaram o estudo, pois verificaram uma pequena mudança comportamental diante a campanha cognitiva.
O próximo passo seria usar uma técnica comportamental condutiva para provocar mudança de atitude. E o que seria isso? Foi instalado nas torneiras dos banheiros públicos um sensor que, quando o usuário fosse sair do banheiro sem lavar as mãos, a porta não abriria e aparecia uma indicação para ele voltar. A saída somente era liberada após lavarem as mãos. Depois de um tempo, este sensor pode ser desconectado porque as pessoas já lavam automaticamente as mãos após o uso do banheiro.

RADICAL?
Não sei!! Quem já lavava as mãos nem percebia esta restrição ou radicalidade, mas quem não lavava era obrigado a mudar….

Perto da minha casa, em São Paulo, tem uma comunidade que tem recebido – voluntariamente – da Eletropaulo chuveiros econômicos, com uma tecnologia que limita o uso do chuveiro por 10 minutos. Passado este tempo ele desliga e só volta a funcionar depois de 5 minutos.

Radical?
Quem toma banho em menos de 10min nem vai perceber a radicalidade ou restrição, mas quem costuma demorar no chuveiro vai mudar de atitude.

É assim também em tantos outros aspectos, como no carro. Nós só aprendemos a usar cinto de segurança depois que começaram a cobrar multas e a dar pontos na carteira, ate então os cintos de segurança eram adornos para muitos.

Faça uma reflexão
Tem algum comportamento que você gostaria de mudar na sua empresa, na sua família ou em você mesmo?
Que tipo de aprendizagem comportamental você indicaria para isso?

Por exemplo, eu tinha o mau hábito de ver televisão até tarde e às vezes dormia com ela ligada. Há muito tempo fiz um favor para mim: tirei a televisão do quarto e isto me trouxe muitos outros benefícios.
Eu quero aprender mais. Vamos trocar ideias?

Vou presentear a ideia mais criativa e a ideia que traz mais vantagens para todos com kits de meus produtos – DVD e livro.
Participe dessa rede. O resultado sairá no dia 06 de dezembro. A PROMOÇÃO FOI ENCERRADA, MAS CONTINUE ENVIANDO SUAS IDEIAS!

Comente também via Facebook!

Comentários

27 comentários em “Sustentabilidade Radical

  1. hahahaha! Adorei o vídeo! Muito bom.
    Nossa, tem tanta coisa que gostaria de mudar… Vou pensar se já tomei alguma atitude comportamento “radical” e logo mais posto aqui.

  2. Oii Leiilaa
    Bom eu tinha um mal hábito que nem o seu de dormir tarde mas não era por causa da televisão e sim por causa dos livros…kkkkk.. so dormia depois que terminasse de ler todo o livro, no outro dia eu ficava muito cansada e não conseguia realizar minhas atividades até que um dia eu dei um BASTA nisso e todo dia lia so algumas paginas mesmo que eu demorasse para terminar a leitura de todo o livro. Eu acho que isso cabe a consciência de cada um do que seja certo ou errado (tem que cair a a ficha), porque muitas vezes, não adiante ter propagandas e mais propagandas de conscientização se a propria pessoa não quer mudar e não faz nem questão (não liga). Acho que isso deve vir de cada um e saber o que deve ser feito corretamente.

    Beiijooos

    Patricia.

  3. Ola!
    Tenho uma que é especial: era viciada em noite, dava 21:00 na sexta ou no sábado já começava o ritual de me arrumar para sair exatamente após as 00:00! Com o tempo queria parar de sentir a necessidade de sair todo final de semana e queria curtir mais minha casa nesses dias.
    Primeiro passo foi durmir as 21:00! Não deu certo, acordava as 22:00 ou até mais tarde, então saia das mesma forma. O Segundo passo foi entregar minhas chaves para minha mãe, com a porta trancada não tinha como sair, erro meu, brigava sempre com ela tadinha, e saia!
    Um belo dia, simplesmente nao tive vontade de sair, achei super estranho e assim foi durante os proximos 2 finais de semana. Porém a enorme vontade voltou e foi impossivel resistir, quebrei um trabalho de conseguir ficar em casa após 3 finais de semana consecutivos. Bom, lógico que observei o que tinha feito de diferente, e o único ato foi ligar o som num programa de rádio que começava as 21:00 e terminava as 00:00h, e esse programa só tocava música eletronica, ou seja…. a música me estimulava a sair de casa! Não deu outra, parei de ouvir musica durante esse horario, e com o tempo foi dando efeito e hoje, 6 anos depois, sou super tranquila, aliás amo ficar em casa e só saio qdo realmente estou com vontade! Ganhei mais saúde e comecei economizar horrores!!!!

    Abraços,

  4. Olá!
    Eu também resolvi tirar a televisão do meu quarto. Hj leio algumas páginas de um livro e durmo tranquilamente. Viva a mudança!

  5. Realmente o vídeo é maravilhoso!
    Eu demorava no banho muito tempo, mais de 30min quando movava com meus pais. Hoje pagando contas demora menos, acredito que uns 15min e no dia de lavar o cabelo o tempo fica maior!
    Mas é algo a melhorar e isso tem que ser feito pois a água do mundo tende a acabar ao longo dos anos se não tomarmos alguma atitude.
    Isso deve ser discutido sempre!
    Beijos!!!

  6. Boa Tarde pessoal,
    Eu gostaria de mudar um hábito que minha mãe tem e já sugeri a ela que o faça. Ela five reclamando da conta de telefone que vem cara. Também pudera, ela passa quase duas horas em cada ligação. O problema é que o telefone dela é do lado da cama, ou seja, ela telefona deitada na cama. Eu disse para que a conta baixe e ela pare de reclamar por esse motivo, que ela retire o telefone de perto da cama pois é muito confortável, e coloque perto de algum lugar onde não tenha muito conforto e não tenha sequer um assento. Tenho certeza que se ela telefonar não estando muito confortável ela falatá mais e ainda marcará para conversar pessoalmente favorecendo a interação social.

  7. Olá pessoal tudo bem? Na verdade eu tenho muita coisa para mudar, mas como sempre fui a caçula da família e sempre respeitava o que a minha mãe sempre falava e sempre decidia a minha vida na verdade ela vivia a minha vida e foi em um dia que vi que eu estava infeliz com a vida que levava larguei tudo e deixei de ouvir ela por uns tempos e comecei a correr atrás dos meus sonhos, e mudei muito com essa coragem que consegui tomar mas vejo que preciso me conhecer mais!

  8. Tinha a mania de sempre imprimir textos para ler, pois achava que riscando sobre o texto com lápis, destaca-texto, eu assimilava melhor as ideias importantes do texto.Passado alguns anos, precisava me livrar de tantos papeis e acabava rasgando os mais antigos e jogando no lixo. Depois de analisar que era uma ação de desperdício de papel, tomei a decisão de abrir uma pasta entitulada “IDEIAS IMPORTANTES”. Quando leio algo relevante na internet, ao invés de imprimir, abro um WORD, introduzo o nome do artigo, bibliografia ou site de consulta e destaco as ideias que considero úteis para situações de uso no meu trabalho, como educadora. Separa por temáticas, tais como: Liderança, Metodologia de Ensino, Relacionamento Interpessoal, Espiritualidade, etc. e nesse arquivo, registro as ideias de textos que antes, imprimia integralmente. Assim, quando necessito de alguma fundamentação teórica para sustentar minhas ideias, vou na pasta do computador e lá encontro várias, sem precisar imprimir. Envio-as para meu e-mail pessoal e fico com os textos disponíveia tanto em casa, quanto no trabalho. Naturalmente, as àrvores agradecem!

  9. Adorei seu post? acho que os hábitos mudam se houver uma “ajudinha”, igual a porta do banheiro só abrir se o Cascão lavar a mão.
    um abraço,

  10. Hábitos errados cultivados de pais para filhos, é assim que a falta de consciência caminha sem parar. Só quando perdemos algo é que lhe damos o devido valor. Será necessário adoecermos ou ficarmos sem os suprimentos básicos para sobreviver e então acordar? Será em tempo?
    Creio que em doses e escalas diferentes todos nós cometemos erros com a natureza, com o meio ambiente e com nossa alma! Somos um pouco ecologicamente incorretos, emocionalmente incoerentes, socialmente egoístas, enfim creio ser necessário melhorar a cultura de nossa crianças e agirmos dando o exemplo. Dar a elas noções de RESPEITO!Essa geração saberá como agir!
    É tempo de refletir e aprender!

  11. Olá! Busco idéias a cada instante. Quero um Mundo Melhor para Todos. Procuro maneira delicada de conscientizar pessoas utilizando mangueiras nas calçadas. Ando sempre com sacola de pano e, quando impossível evitar a de plastico, mantenho-as na bolsa (leves!) e vou reutilizando. Devolvo vasilhas de ovos e outros no sacolão. Quem sabe retornam para reposição? Venho ganhando pontos na Natureza. Conscientizar e compartilhar, é um passo importante.

  12. olá Leila! Adorei o vídeo e realmente tem pessoas que não estão nem aí! hehe
    Bom, sobre sustentabilidade, não sou o exemplo a ser seguido, mas há alguns anos em uma empresa que trabalhei lancei um assunto que se tornou um pouco polêmico entre os colegas! Tínhamos à disposição água e café, para nós e para os clientes, porém observei que cada um utilizada um copo descartável a cada vez que ia tomar água, por exemplo! A ideia que lancei foi de a empresa dar de presente uma caneca de porcelana ou até mesmo de plástico, pois assim cada um teria de usar a mesma, seria uma forma de poupar com gastos desnecessários e ajudar a preservar o meio-ambiente! Logo que comecei a trabalhar na atual empresa comentei isso com o meu gestor e alguns colegas aderiram, outra sugestão foi de utilizar o mesmo copo descartável, mas é obvio que nem todos aceitaram. Lançamos a campanha de reutilizar folhas de papel A4. Nem sempre suas impressões precisam ser em papel “novo”, muito menos em impressão colorida. Utilizamos rascunhos para vários tipos de impressões e também para bloquinhos de recados! Bom essas são as minhas dicas que foram aplicadas em parte! Abração!

  13. Olá Leila Navaro, tenho duas dicas, a primeira vem de um hábito muito comum na maioria dos escritórios, trabalhei em 3 empresas distintas e nas 3 o uso do copo descartavel para tomar cafézinho é evidente. A quantidade de copos descartados do dia é absurdo, a alguns meses resolvi fazer minha parte e levar uma caneca, assim tomo café e água nela, diminuindo o consumo de copos, a idéia acabou influenciando mais 2 colegas de trabalho, fiquei muito feliz, acredito que estamos contribuindo para uma vida sustentavel. Outra iniciativa é a reciclagem do óleo de cozinha, não custa nada armazenarmos o óleo residual em garrafas e deixar em ecopontos que estão espalhados na maioria das cidades brasileiras, vc sabia que um litro de óleo é capaz de poluir mais de mil litros de água? … com esse destino o óleo residual torna-se um bem valiosíssimo o BIODIESEL, Um ato tão simples pode ajudar a salvar nossos rios, lagos e reduzir a emissão de gases poluentes.
    Um abraço!!!!

  14. Leila
    Olá. Tenho uma empresa chamada FastClean que faz lavagem automóveis a seco. A economia é absurda de água. Trabalhamos na consciêntização não somente na questão dos carros mas também sobre o desperdício de água de um modo geral. estamos ampliando o conceito e trabalhando por um mundo mais sustentável em todos os sentidos. Reciclagem de lixo, tudo que possa gerar uma nova consciência para o Brasil.

  15. Oi Leila!
    Algo que eu não consigo me conformar, é ver o povo não fazendo a coleta seletiva. E pior: gente que sabe do problema q isso gera! Sabe e não muda o comportamento!
    Idéia: se o lixeiro, ao pegar o lixo p/ caminhão, percebe que tem reciclados, ele não deveria levar! Deixa lá! Talvez as pessoas mudem….

    Outra atitude: pessoas jogando lixo nas ruas. E jogam mesmo, com a maior cara de pau…. Se tivessem pessoas para ensinar outras, melhoraria, pelo menos iriam se sentir envergonhadas! Eu criei um site que faz com que nós mesmos possamos educar outras pessoas, sem usar outros órgãos, convido você a acessá-lo: http://conscientizacao.solucao.vilabol.uol.com.br/

    Um abraço!!!

  16. Leila,
    A questão da EletroPaulo substituir gratuitamente para o pessoal de baixa renda, não conscientiza não. Só faz o pessoal ficar mais acomodado….
    Eu trabalho no Heliópolis e vejo a dificuldade de fazê-los ter atitudes…. estão acomodados!!!

  17. Sempre fui preocupada com o meio ambiente e com o futuro que vamos deixar para a próxima geração. Baseada nisso eu e um amigo estamos participando e somos semifinalistas do Desafio santander de Sustentabilidade com uma ideia sustentavel para a Universidade.
    Sei que a ideia aqui é algo sustentável no âmbito pessoal. Nós aqui em casa eliminamos a sacola plástica de mercado. Aqui em casa até foi fácil, minha mãe sempre que sai carrega na sacola, no carro e eu também. Mas com meu noico tive que ir mais a fundo e explicar os prós e contras e depois de muita rfelutância hoje ele carrega no carro e já chegamos no caixa sem a sacola e corremos buscar no carro. E já adotamos queremos eliminar a sacola plástica para o lixo seco e fazer uma de jornal. Sei que com pequenas atitudes fazemos a diferença por um mundo melhor.

  18. Eu moro no nono andar e estabeleci que sempre que chego disposta eu subo de escada. As vezes consigo fazer 3x por semana, pois meu sedentarismo não me dá muito fôlego, mas vejo que isso tem ajudado muito na minha saude. O primeiro andar do meu prédio é comercial e, por muitas vezes, peguei elevador com pessoas que paravam lá. Muitas, aliás, bem jovens ou com as perninhas bem firmes para subir um lance de escada. Conversei com os porteiros e pedi que eles orientassem as pessoas a subirem de escada. Não acompanho o dia a dia para ver se as pessoas optam por escada ou elevador, mas os porteiros sei que apoiam essa ideia e acredito que tenha diminuido o numero de acessos do elevador ao primeiro andar.

  19. Oi Leila é acho que achei a pessoa certa rsrs
    Linda trata-se do seguinte, atualmente estou trabalhando na secretaria de Meio Ambiente da minha cidade ‘Ilhabela’
    e nas próximas semanas tenho que acompanhar escolas, lojas e comércios de grande porte, informado o uso excessivo de copos descartareis e gostaria que vc me ajudasse a resumir esta informação de forma simples
    clara
    Atenciosamente

  20. Somos criaturas de hábitos. A má notícia é que “contaminar” é muito mais fácil do que “contagiar”: Contaminar: Habitos negativos ou nocivos. Contagiar: Alegria, sucesso, habitos positivos. Entendo que a diferença entra o primeiro e o segundo é a tal da D I S C I P L I N A! Por sermos racionais, sabemos exatamente o que nos faz bem, entretanto, preferimos continuar com o que é mais fácil, porque somos mais preguiçosos do que racionais. Uma coisa que funciona para mim é olhar no espelho e dizer a mim mesmo como “auto-feedback” no que estou errando, olhar nos próprios olhos e fazer uma crítica não é tarefa fácil, porém é de extrema eficiência. Poucos, como você reconhecem a necessidade de se privar de algo confortável, no seu caso a tv, e como ser humano que deseja crescer e ser equilibrado, isso é um diferencial.

    Beijos Leila!

  21. Para completar o raciocínio: Quando se trata de persuadir as vontades das pessoas, a abordagem comportamental é, de longe, mais eficiente do que a cognitiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Spam protection by WP Captcha-Free