Skip to main content








A Origem – uma avalanche de sonhos

Tem filmes que você assiste e ele fica em você mais de 3 semanas. Isto aconteceu comigo com “A Origem”. Sou fã de Matrix, de Avatar, mas este superou, porque tem a ver com o que gosto de trabalhar e estudar: autoconhecimento.

Este filme me provocou muitas reflexões desde discutir o que é real e o que é sonho, ate aonde podemos influenciar outras pessoas em suas lembranças e decisões; desde como encarar nossos traumas, medos e culpas ate como ir ao mais profundo de você mesmo através de seus próprios sonhos.

O filme é uma avalanche de sonhos aonde se busca um caminho entre o consciente, subconsciente e inconsciente, entre o afetivo e o cognitivo. É como se fossem sonhos vividos.

A ideia ficcional do filme (acredito que seja ficcional) é a de que o ser humano possa controlar os seus sonhos e faze-los trabalhar a seu favor e influir no que chamamos realidade, é através dos sonhos que percebemos nossas atitudes e podemos transformá-las, é através deles que podemos ser diferentes.

Independe da ideia da ficção, a viagem de tanto sonho dentro de outros sonhos que o filme propicia faz com que você mergulhe dentro de suas realidades reais e imaginarias, é um verdadeiro paradoxo, uma oportunidade revolucionaria de analises de crenças, rupturas, etc… Uma boa viagem se você resolver assistir este filme e mergulhar nestes sonhos. É um filme fantástico munido de conteúdo com uma linguagem capaz de abranger qualquer público.

Confira o trailer do filme e não deixe de assisti-lo.

Você já viu? Qual foi sua impressão?

Comente também via Facebook!

Comentários

5 comentários em “A Origem – uma avalanche de sonhos

  1. Olá Leila, você ativou minha curiosidade. Me interesso por tudo que me leva autoconhecimento. Penso que nossos gostos são parecidos. Admiro mulheres fortes que nos influenciam positivamente. Com certeza irei assistir esse filme…até mais…abraço.

  2. Eu também adorei esse filme! Adorei uma frase que o personagem do Leodardo DiCaprio diz: “No espirito, tudo é possivel! Essa frase me inspira muito.

  3. Olá Leila.
    Assisti ao filme e sai do cinema completamente passada ou melhor transtornada, me fez refletir sobre “n” aspectos da vida…realmente pra mim foi um daqueles filmes que ficam em você durante muito tempo. Bom poder compartilhar este sentimento, ja que muitas pessoas que connheço não se abalaram nenhum um pouco ao assistir o filme, até cheguei a pensar: será que sou a única sentimental demais?!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Spam protection by WP Captcha-Free