Skip to main content








head-2748333_960_720

Cinco direções para a autorrealização e o sucesso na vida pessoal e profissional

Por Leila Navarro
O que você está fazendo com a sua vida? Esta pergunta pode surpreender muita gente, principalmente aqueles que têm vivido num ritmo meio que “deixa a vida me levar”. Até que chega um momento na vida em que a resposta para esse tipo de questionado tem de ser pensada. A reflexão pode até ser feita a qualquer tempo, mas geralmente no final de ano surge um incômodo íntimo interessante! Pense aí na sua própria vida: o que vale a pena continuar fazendo, o que chegou o momento de parar de fazer e o que é importante você tentar fazer novamente?

Recentemente uma pessoa me perguntou como foi profissionalmente este ano. Rapidamente busquei fatos na minha memória e respondi: “foi melhor que o ano passado, e o segundo semestre muito melhor que o primeiro”. Apesar de verdadeira e direta, logo percebi que a minha resposta havia simplificado demais as experiências vividas durante o ano e entrei em alerta: expandi minha autorreflexão. Ao coordenar todas as ideias cheguei a conclusões bem interessantes. Será que você tem coragem e está disposto a fazer uma análise profunda de si mesmo?

Como palestrante eu observo o mercado e isso deve acontecer da mesma forma com profissionais de qualquer segmento. É importante se manter antenado e alerta com os rumos que vêm sendo sinalizados e ter visão global do contexto em que se está inserido. Por exemplo, eu pertenço a grupos de palestrantes, mas converso com promotores de evento, mantenho contato com amigos da área de Recursos Humanos e vivencio a realidade de cada cliente quando faço levantamento do seu propósito com a realização de uma palestra. Ao transitar por todos esses cenários fico antenada para perceber as necessidades do mercado, dos meus pares, o que eu preciso me aperfeiçoar, o que deve e o que quero mudar na minha vida. Faço isso com a mesma disciplina de uma dieta e dentro do seu próprio contexto sugiro que você também pense nisso!

Outra avaliação interessante é que, apesar de todo o alvoroço da economia e do mercado, recebi muitas solicitações para palestras. Cada uma foi muito bem negociada e o número de contratos fechados foi mais atraente comparado ao ano anterior. Isso confirma que o mercado (entenda, o seu cliente, o seu gestor, o seu colaborador, o seu negócio ou a sua carreira) está aberto, porém, com uma atenção mais apurada às  necessidades, às negociações, e isso reforça a importância de um tratamento singular, exclusivo, única. As respostas às necessidades de cada um tem sido fator determinante. Aprimorar os próprios talentos e habilidades, reforçar a essência da sua carreira, do seu negócio ou do seu projeto são condições primordiais para a autorrealização. Fazer menos, porém melhor é uma nova visão administrativa e tem me garantido permanecer na lista dos 10 melhores no segmento de palestras, ao lado de nomes que eu admiro e prestigio.

Cada dia mais observo a importância de todo profissional colocar foco na sua carreira, na sua atuação. Com a pergunta que me foi feita percebi que estou vivendo nova fase, novos ares e isso tudo não se resume “apenas” a um segundo semestre mais aquecido. Foi um ano inteiro de aprendizado: experienciei muita coisa, arrisquei, investi, mudei estratégias, viajei, busquei conhecimento, aprendi com as coisas que não aconteceram da forma que eu esperava, descobri muito mais de mim e ampliei minhas lentes para as oportunidades, para as parcerias, para o meu negócio.

O caminho se aprende ao caminhar e todas as experiências servem de aprendizado. A chegada do final de mais um ano é uma boa oportunidade para fazer uma avaliação séria e realista do que serve ou não serve mais para a sua vida. O resultado dessa reflexão, seguida da disposição para fazer escolhas assertivas e colocá-las em prática, fará com que o próximo ano seja realmente de realizações e não apenas de uma esperança abstrata da transformação que você deseja para a sua vida. Então, antes de virar o ano, assuma o leme da sua própria vida e alinhe a sua vida para a autorrealização a partir desses cinco direcionamentos:

  1. O que você está fazendo com a sua vida?
  2. O que vale a pena continuar fazendo?
  3. O que chegou o momento de parar de fazer?
  4. O que é importante você tentar fazer novamente?
  5. Será que você tem coragem e está disposto a fazer uma análise profunda de si mesmo?

Essa reflexão pode despertá-lo para um novo nível de autorrealização na vida pessoal, na carreira ou nos negócios. Comprometa-se com novas atitudes e faça com que o seu próximo Ano Novo seja realmente novo.

 

Conectada às Redes

http://www.instagram.com/palestranteleilanavarro
http://www.leilanavarro.com.br/blog/
https://www.facebook.com/leilanavarro
https://twitter.com/leila_navarro
http://www.youtube.com/leilanavarro
http://br.linkedin.com/in/leilanavarro
http://pt.slideshare.net/leilanavarro

Comente também via Facebook!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Spam protection by WP Captcha-Free