Skip to main content








A virtude do bom humor

Todo ser humano possui uma concepção de mundo, seja ela mais ou menos consciente, mas cada um tem um conjunto de crenças e valores que orienta a sua vida. E é interessante que individualmente cada um de nós contempla virtudes inatas ou adquiridas que impulsionam a transformação do meio ao invés de apenas contemplá-lo.
Tenho em mente algumas dessas virtudes que norteiam a vida do ser humano, mas antes quero pensar com você um pouco sobre o que é virtude. Você já pensou sobre o poder que está embutido nesta pequena palavrinha? Gente! Isso é muito poderoso. Virtude é uma qualidade moral particular tremendamente poderosa!

No dicionário informal, virtude revela mais do que uma simples potencialidade ou uma aptidão para uma determinada ação boa, trata-se de uma verdadeira inclinação. Virtudes são todos os hábitos constantes que levam o homem para o bem, quer como indivíduo, quer como espécie, quer pessoalmente, quer coletivamente. A virtude, no mais alto grau, é o conjunto de todas as qualidades essenciais que constituem o homem de bem. Segundo Aristóteles, virtude é uma disposição adquirida de fazer o bem e elas se aperfeiçoam com o hábito.

Existem inúmeras formas de expressar virtudes! Em geral, na linguagem cotidiana, a virtude é usada para nomear as qualidades gerais de qualquer pessoa e, entre elas, eu destaco:
– a vontade de servir
– a humildade
– a assertividade
– a coragem de decidir
– a disciplina
– a comunicação
– o respeito
– a resiliência
– a capacidade de confiar e inspirar confiança
– a disposição para influenciar e ser influenciado na busca do que é certo.

Mas, apesar da relevância de cada uma das virtudes relacionadas acima, e ainda tantas outras existentes, sem a virtude do humor tudo pode ser “quase nada”. A virtude do humor é a capacidade que o ser humano tem de rir de si mesmo, de rir com o outro e das circunstâncias e, com isso, usufruir da alegria de viver. É o humor que permite a profissionais bem-sucedidos terem prazer no que fazem!

Além de instrumento de realização pessoal e de promoção da saúde, o humor é uma poderosa ferramenta educacional e sabe por quê? Quando encaramos com naturalidade e serenidade os próprios erros e os erros alheios, sem traumas, sem preconceitos, sem distinções, isso nos ajuda a educar e a nos educar para o trabalho e para a vida. O humor é uma excelente virtude para o autodesenvolvimento. Se você ainda não tem essa habilidade, busque estratégias para desenvolvê-la e certamente será muito mais feliz e realizado. Pense nisso! Se tiver que mudar alguma coisa na sua vida para exercitar a virtude do humor, faça isso, afinal, nada muda se você não mudar.

Comente também via Facebook!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Spam protection by WP Captcha-Free