set 29, 2011

Postado por emLeila Responde | 1 Comentário

Como superar situações difíceis?


Recebi essas perguntas do poderoso Adinaldo Diniz e espero que possam servir para superarmos situações difíceis que, inevitavelmente, acontecem em nossas vidas.
Você também pode enviar suas dúvidas para mim, através de vídeos (me passem pelo youtube) ou pelo e-mail blog@leilanavarro.com.br

Adinaldo Diniz – Li seu livro “Super você – o poder da superação. Adorei. Simplesmente um máximo. Aproveitando o título, Leila, gostaria muito de saber qual foi o momento considerado o mais difícil da sua vida? Como foram os cinco dias seguintes a esta dificuldade? Em que você se segurava ou acreditava para te dar forças de enfrentar? Qual foi a primeira coisa que te impulsionou a superar este problema? qual foi seu maior medo nesse período?
Desculpa a curiosidade! É que seria bom demais ter esse seu depoimento como âncora para os momentos difíceis que enfrentamos.
Um beijo, mulher mais feliz desse Brasil, ou melhor PODEROSA MISS ALEGRIA DO UNIVERSO !!!!!!

Começo a pensar em sua pergunta, Adinaldo, e me dou conta que não tive tantos momentos assim como você fala: o mais difícil da minha vida. Tenho a filosofia que: é como é e como é perfeito.
Para mim, momentos difíceis são todos para os quais não me preparei, não os esperava , subestimei o outro ou a situação, não tive suficiente consciência de mim ou do outro ou do todo da situação. Portanto, estas situações só acontece para meu desenvolvimento…

Você pode estar pensando: – Bonito de falar, mas e daí Leila , como são os cinco dias seguintes a uma grande dificuldade?

Poderoso Adinaldo, você sabe que sou exagerada, não? Pois me lembrando da última situação difícil que passei, e que foi uma daquelas bem difíceis, lhe digo que: fiquei passada , boque aberta , alerta , atenta para me dar conta do que estava acontecendo o mais rápido possível , pois o chão estava se abrindo debaixo dos meus pés. Oonde eu podia me apoiar naquela situação? Parecia que já não tinha mais jeito, tinha que jogar a toalha porque não havia mais chão.
Acho que penso como “socorrista” nesta hora , hehehe… primeiro estanco a hemorragia , depois vou ver a profundidade do corte .
O que quero dizer é que procuro ser o mais racional e prática possível para tocar a situação da melhor maneira e minimizar os prejuízos e a dor para mim e para os outros naquele primeiro momento. Depois faço o que todo mundo faz , uma série de perguntas:
O que esta acontecendo? Por que meu Deus ? O que fiz de errado? Onde eu estava com a cabeça que não me dei conta disso antes? etc…….
Tem alguns estudos que mostram que existem alguns comportamentos que as pessoas tomam diante destas situações limites ou difíceis: primeira é negar , não acreditar, a segunda é ficar revoltado ,com raiva, a terceira é a aceitação e a quarta é a mudança de atitude frente a nova realidade.
Portanto, estes momentos difíceis acontecem para mudarmos algo em nossas vidas. Quanto mais rápido aprendemos a lição, mais felizes somos e isto está relacionado com resiliência.

E como me segurava ou no que acreditava para me dar forças de enfrentar?
Qual foi a primeira coisa que me impulsionou a superar este problema?

Bem, eu tenho alguns paradigmas poderosos e que sempre me vem a cabeça , é inevitável , principalmente em situações como esta e são eles:
“Quando as coisas não acontecem como queremos é porque vão acontecer melhor do que pensamos“
“Para gente especial acontecem coisas especiais”
“Nada muda se eu não mudar”
“Se não for para realizar, não quero nem sonhar”

E por ai vai . Acabei descobrindo que tenho muitos paradigmas , até comecei a escrever um livro com 365 deles, um para cada dia do ano, mas por enquanto você pode ver alguns no Pensador UOL

Qual foi meu maior medo nesse período?

Esta história de medo já resolvi faz tempo quando comecei a tê-lo como aliado e não como inimigo , veja este vídeo que gravei já faz um tempinho.

Adinaldo, agradeço a oportunidade que você me deu de refletir mais sobre este tema. E espero, como você disse, que esse depoimento possa servir para ajudarmos muitas pessoas a superarem com resiliência momentos difíceis que enfrentam.

Comente também via Facebook!

Comentários

| Share
  1. Isaura Gomes Santana diz:

    Você é muito especial!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Spam protection by WP Captcha-Free