Artigos

Reforce os aprendizados de 2014 e finque o pé em 2015

Fazer uma avaliação dos prós e contras de um ciclo, período e/ou um ano inteiro é muito importante. Digo até necessário porque é nesse momento que podemos reconhecer o que foi positivo, o que deve ser ajustado na rota ou, ainda, o que deve ser abolido para sempre da sua vida, dos seus hábitos, dos seus conceitos e paradigmas. Com a comunicação cada vez mais acelerada, não dá mais tempo de chorar pelo leite derramado. Mais que qualquer outro período da existência humana, torna-se cada vez mais importante ter consciência do momento atual, fazer uma avaliação coerente e seguir em frente. O erro deve ser encarado como aprendizado, um engano como alerta e uma derrota em possibilidades de muitas outras vitórias.

Pense comigo! Hoje em dia, vemos um número crescente de pessoas procurarem o trabalho de um coach para impulsionar a sua vida, relacionamento, carreira, finanças, etc. É ótimo que isso aconteça, pois mostra que as pessoas estão investindo seriamente no autoconhecimento, autodesenvolvimento e conquista de objetivos. Autoconhecimento e autodesenvolvimento não têm fim, pois sempre haverá novas facetas para conhecermos em nós mesmos e competências para desenvolver.

Ao terminarmos um ano, que representa um ciclo importante na vida de cada um de nós, os objetivos não se esgotam, pois conforme alcançamos um já o substituímos por outro. Aliás, se a vida não tiver esse movimento, que graça haverá em viver! Agora, um coach não conseguirá ajudá-lo a avançar se você estiver preso no passado. É importante que cada um de nós tenha a coragem e ousadia de assumir os acontecimentos da própria vida e vislumbrar um futuro diferente, com muitas realizações.

Então, por isso, a minha ideia é que nesse período de reflexão sobre o que foi e o que está por vir, exercite a prática do autocoaching, que nada mais é que o ato de fazer perguntas a si mesmo e ter a transparência de responder o que realmente percebe. As perguntas são essenciais para o nosso equilíbrio nessa vida louca que levamos hoje em dia. Se deixarmos, a correria cotidiana nos coloca no piloto automático e começamos a fazer coisas sem nem saber por quê.

O objetivo de fazer perguntas não é propriamente obter respostas e sim voltar a atenção para você mesmo. Cultive o hábito de questionar-se em todos os momentos da vida. Isso o levará a refletir sobre os rumos que tem seguido até agora, o que está dando certo, o que pode ser mudado e os sonhos realmente importantes que devem ser realizados. O autocoaching pode gerar grandes insights para a sua vida nos próximos anos da sua vida. Ao fazer um balanço de 2014 assuma a sua real condição, com aprendizados e acertos, e finque o pé em 2015 com uma nova postura, questionando-se constantemente.

Por Leila Navarro, palestrante.

"Leila Navarro é autora de vários livros e uma das palestrantes mais requisitadas do Brasil, ministrando palestras em todo o Brasil e na Europa."

Navegue pelo Portal da palestrante Leila Navarro

Palavras-chave desse artigo:

(Escolha uma palavra-chave e veja os artigos relacionados a ela na coluna ao lado direito)




Outros artigos

Nossos clientes